Swipe to the right

Sinais de Fumaça

O mundo dos charutos e a arte de degustá-los

O que as cinzas revelam

O que as cinzas revelam

Elas incomodam porque podem manchar roupas e sujar o ambiente, mas também servem para verificar a qualidade de um charuto

Cinza de charuto, cigarro e cachimbo sempre é um problema. Sobra no cinzeiro, deixando a maior sujeira. Ao menor descuido, cai na roupa ou no tapete, manchando tudo, e ainda por cima deixa um cheiro desagradável no ambiente. Em resumo, a cinza não tem nenhuma utilidade a não ser a de evidenciar que ocorreu a queima de tabaco. Ela é a prova disso, na forma de restos mortais.

Pode até ser que essa falta de importância ocorra com o cigarro e o cachimbo, mas com certeza não com o charuto. Algumas pessoas têm a capacidade de ler a sorte de outras simplesmente analisando a borra que sobra na xícara de um café árabe. Apreciadores experientes e provadores profissionais de charuto conseguem detectar o tipo de solo que a folha de tabaco foi plantada. Se o charuto foi bem construído pelo torcedor, se foi bem acondicionado depois de pronto, e até se o apreciador usou a técnica de fumar correta.

Quando predominantemente branca ou cinza, é uma indicação de que se trata de charuto de boa qualidade, sinal de que solo em que a planta de tabaco foi cultivada é rico em potássio. Folhas de tabaco que após queimadas depositam uma cinza preta não são ricas em minerais e, por isso, produzem um gosto amargo e um odor muito forte.

A principal característica que indica se o charuto foi bem construído é a firmeza e estabilidade da cinza. Com movimentos leves das mãos, a cinza não deve cair com menos de 2 a 3 cm de comprimento e em blocos uniformes em tamanho. Se ela esfarelar, quebrar em pequenos pedaços desiguais, com certeza, o charuto não é de boa qualidade.

Depois que a cinza cai do charuto, uma mudança significativa no sabor do charuto pode ser notada. Isso ocorre porque durante a formação gradual da cinza ela está refrescando a fumaça, tornando o processo de fumar muito mais suave. Isso explica a impressão de que o charuto ficou mais forte e quente depois que a cinza caiu. Para a cinza poder manter sua coloração ideal também é necessário que o charuto não esteja nem muito seco e nem muito úmido e o apreciador utilize puxadas suaves e uniformes durante o ato de fumar.

(texto publicado originalmente no livro Sinais de Fumaça, de Silvio Nunziato.
Para baixar o arquivo do livro completo, clique aqui)

Veja Mais

[profiler]
Memory usage: real: 38797312, emalloc: 38421200
Code ProfilerTimeCntEmallocRealMem